Sua Equipe Perde Tempo Com Prospecção?

Sua equipe de vendas perde muito tempo com prospecção?

Veja como o  Marketing Digital pode automatizar sua prospecção

Para que uma empresa cresça é essencial que exista o trabalho de prospecção de clientes e este é um processo que pertence ao marketing e à equipe de vendas. Tanto a área de marketing quanto a área de vendas devem estar alinhadas para a conquista de leads ─ clientes em potencial. Diante do cenário digital, são mais do que visitantes de um site, exemplo: o cliente solicita o orçamento de um serviço em um site, isso o torna um lead qualificado porque a possibilidade de se tornar um cliente é maior.

Dentro do marketing digital há um conceito muito importante que é o inbound marketing ou marketing de atração; a principal estratégia deste conceito é prospectar clientes por meio de recursos como a produção de conteúdo de qualidade, o que pode atrair visitantes para um site, aumentando a possibilidade de que se tornem leads.

As ações mais importantes no inbound marketing atual são: produção de conteúdo de qualidade via blog; a produção de conteúdos ricos em diferentes plataformas e a utilização de recursos como infográficos, vídeos, e-books, entre outros; Landing Pages -páginas de conversão com objetivo de geração de leads – e a gestão destes leads com foco no processo de automação de marketing.

Não se pode perder tempo com prospecção

É preciso ter organização para conseguir manter um modelo de vendas previsível, em marketing isso é chamado de funil de vendas, que é um processo que vai desde a identificação de um cliente potencial até a entrada de mais clientes em potencial. Imagina ligar para cada cliente ou realizar um trabalho vagaroso que nem se pode ter certeza se será efetivo? Hoje em dia, a mais e mais empresas se utilizam de ferramentas de automação de marketing, mas é preciso saber usá-las!

E como é possível prospectar clientes de maneira mais eficiente?

Quem é o seu cliente? – A primeira coisa que uma empresa deve fazer é analisar dentro do seu público-alvo, quais são os clientes em potencial: qual o perfil, a necessidade e as dores deste cliente que o levam a compra do seu produto ou serviço.

Lista com possíveis clientes – Organizar estes clientes em uma ou mais listas com importantes dados é essencial. Separe os clientes por necessidades especificas, características e necessidades.

A ferramenta de automação não trabalha sozinha – Não basta a empresa ter um bom software de automação e acreditar que a ferramenta fará absolutamente tudo, após a geração de leads, surge a necessidade de qualificação destes resultados, afinal, nem todos esses leads são clientes em potencial. Geralmente tags são utilizadas para categorizar os leads em potencial e facilitar no processo de redirecionamento de mensagens.

E-mail marketing efetivo – Dentre as principais ferramentas do inbound marketing está o e-mail marketing, mas antes do envio de material ao cliente, é importante que o processo de automação tenha sido previamente realizado, após isso, a equipe deve pensar em uma mensagem criativa para enviar aos leads. Anúncios não são os mais indicados, um conteúdo rico como e-book ou um artigo interessante com um link para um vídeo, podem ser boas opções para ‘nutrir’ os clientes em potencial e transformá-los efetivamente em clientes.

Sem pressões – Dentro do inbound marketing prevalece a importância da venda consciente, ou seja, a ideia é atrair clientes que realmente saibam o que querem e comprem de maneira consciente. É isso que pode fidelizar clientes e atrair novos clientes, aliás, o recurso da indicação ainda é uma ação indireta que gera prospecção de novos clientes. Se você se utiliza de um bom serviço provavelmente o indicaria para alguém.

Automatize e economize em tempo com a prospecção para ter mais tempo para as vendas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *